top of page

Que Estátua é essa? Nossa Senhora dos Navegantes

Atualizado: 16 de abr. de 2022

Em agosto de 2021, a internet ferveu após a imagem desta escultura viralizar nas redes. O motivo? Bom se vc prestar atenção, vai ver que ela tem um aspecto peculiar e muitas pessoas viram, ali, a possível semelhança com uma… Bom, a interpretação fica a clitóris, digo, a critério de cada um.


O título original da obra é Madonna dei Naviganti, ou Nossa Senhora dos Navegantes ou Madonna Stella Maris. Protetora dos marinheiros, ela existe há mais de 20 anos na região da Sardenha, na Itália.


A obra estava lá, quieta em seu lugar, quando uma foto foi publicada no Facebook pelo grupo "Sardegna Che Passione". Um usuário compartilhou a imagem comparando a aparência da escultura com uma grande, bela e imponente vagina.


O post que viralizou

Pronto! Em questão de horas, milhares de internautas de todo o mundo estavam compartilhando a imagem. Teve meme, teve notícia, teve enquete nos Stories pra saber qual seria o título mais adequado para a estátua… e tudo isso causou certo incômodo em alguns religiosos e conservadores de plantão que não viram nenhuma graça na comparação, se mostrando verdadeiramente incomodados com a brincadeira e pediram

mais respeito pela santa.


E agora eu te pergunto: ainda que fosse uma vagina, por que essa imagem incomoda tanto?

Se a gente for parar pra pensar, monumentos e construções com arquitetura considerada fálica - aquelas que representam consciente ou inconscientemente o órgão reprodutor masculino - estão presentes em diversas culturas, das mais antigas às contemporâneas, em todos os continentes, inclusive em templos religiosos e podem ser considerados símbolos de fertilidade e também da dominação masculina na sociedade.




 
A obra

A escultura, feita de granito e medindo 4 metros de altura, foi concebida para acolher e proteger os pescadores de Gallura em 1999. Ela está instalada em um local de destaque no porto de Santa Teresa Gallura, na Itália, uma pequena comunidade turística que fica na região da Sardenha, com pouco mais de 4 mil habitantes.


Esta é uma região que possui um acervo histórico muito grande, com vários sítios arqueológicos e, aparentemente, com tradições culturais bastante conservadoras.




Desde a sua instalação, a obra tornou-se um ícone religioso importante para os habitantes locais, além de um ponto turístico relevante da região, onde inúmeros visitantes fazem registros da santa, e também de seu entorno, já que a ela mora de frente para o mar, numa paisagem deslumbrante.



A artista

A autora da obra é a escultora italiana Maria Scanu, que morreu em 2016 aos 85 anos de idade. Maria Scanu é autora de esculturas e monumentos tão belos quanto a santa. Trabalhava com granito, mármore e bronze para criar esculturas abstratas dominadas por linhas fluidas, curvas, suaves, sinuosas e femininas. O resultado é uma coleção agradável aos olhos e também elegantes.



 
conclusão

Na arte ou na natureza, nós estamos em todos os lugares Eu não vejo problema algum em uma imagem religiosa ser comparada com um símbolo de feminilidade, pelo contrário, eu acredito que a escultura só tem a ganhar com esta semelhança.





5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page